Goleiro é recordista de títulos pelo clube paulista e segundo jogador que mais vestiu a camisa do Timão; ele assinará contrato com o Cruzeiro

Chegou ao fim a era Cássio no Corinthians. Um dos maiores ídolos da história do clube — o maior para uma grande parcela da torcida — deixou o Timão após 12 anos e seis meses em preto e branco. Contratado discretamente no final de 2011, o goleiro assumiu a meta corintiana durante a Libertadores do ano seguinte e foi um dos heróis da inédita conquista. No final de 2012, brilhou na vitória sobre o Chelsea, na final do Mundial de Clubes — foi, inclusive, eleito o melhor jogador do torneio. Cássio deixa o Parque São Jorge como recordista de títulos no Corinthians, com um Mundial, uma Libertadores, dois Brasileiros, quatro Paulistas e uma Recopa Sul-Americana. Além disso, é o segundo jogador com mais partidas com a camisa alvinegra. Foram 712, 94 a menos que o ex-lateral-esquerdo Wladimir.

Cássio estreou pelo Timão em 28 de março de 2012, na vitória sobre o XV de Piracicaba por 1 a 0. Contratado do PSV, da Holanda, ficou no banco de Júlio César no começo de sua trajetória, mas ganhou uma chance após o prata da casa falhar e causar a eliminação corintiana nas quartas de final do Paulistão daquele ano, contra a Ponte Preta. Contra o Emelec, nas oitavas de final da Libertadores, ainda com o número 24 às costas, o eterno camisa 12 assumiu a posição e não a largou mais. Foi decisivo contra o Vasco, nas quartas, fazendo uma emblemática defesa cara a cara com Diego Souza. Nas semifinais, diante do Santos de Neymar, teve atuação formidável. E foi seguro contra o Boca Juniors, na decisão, ajudando o Alvinegro a conquistar a Libertadores pela primeira vez. Mas a atuação da vida de Cássio ficou para o final do ano. Em 16 de dezembro, ele parou o Chelsea e foi o nome do segundo mundial do Corinthians.

O presidente do clube, Augusto Melo, confirmou: Cássio vai mesmo para o Cruzeiro. “Vai ser bom para os dois lados”, declarou o dirigente. Ele não deu detalhes da rescisão contratual.

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!