Procurador de Registro é afastado por 30 dias, sem salário, após agredir colega de Trabalho

A agressão de Demétrius Macedo contra Gabriela de Barros teria sido motivada pelo fato de ela ter o denunciado por sua postura no ambiente de trabalho,

O procurador municipal Demétrius Oliveira Macedo que agrediu a procuradora-geral de Registro, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, foi afastado do cargo nesta quarta-feira 22 e teve o salário cortado.

A medida de suspensão preventiva foi publicada no Diário Oficial do município. Segundo o documento, o procurador ficará suspenso por 30 dias, sem receber salário, a contar da data da agressão, 21 de junho

A agressão de Demétrius contra Gabriela teria sido motivada pelo fato de ela ter aberto um processo administrativo contra o procurador por sua postura no ambiente de trabalho. A procuradora é chefe do agressor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.