O Mercado da Beleza e Estética

Não é novidade, que o mercado de Beleza e Estética, é um dos mais promissores atualmente, e que ainda possui muitas áreas a serem exploradas.

Um dos principais motivos foram a criação de NORMAS TÉCNICAS e SANITÁRIAS específicas para empresas deste seguimento. Estas normas, são regulamentações sanitárias, que antes eram muito vagas e que a partir da criação da figura do MEI – Micro Empreendedor Individual, a ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, estabeleceu regras para a regulamentação de empreendimentos voltados para a ESTÉTICA.

Com a criação da Lei Complementar 123, de 14 de Dezembro de 2006, A lei do MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL – MEI, os proprietários de Salão de Beleza e Estética, deixaram a informalidade da profissão, para se organizarem como EMPRESAS.

Outro fator, que justifica o crescimento deste seguimento de mercado, é a participação massiva de mulheres, que abandonaram postos de trabalho, para se aventurar na criação empresas, que em muitos casos, passaram a ser a renda principal de várias famílias. Para se ter uma ideia do poder econômico da participação das mulheres do mercado, a cada 100 empresas abertas no Brasil, 34 são abertas por mulheres. Estudos mostram que as pessoas optam em cortar gastos com lazer, por exemplo, ao invés de cortar gastos com sua beleza e bem estar, Isto justifica o alto desempenho o setor de SERVIÇOS DE ESTÉTICA, e que fomenta o crescimento de outros setores da economia

Com a expansão da cadeia produtiva, que envolve os serviços de BELEZA e ESTÉTICA, veio também a necessidade de criação de cursos de capacitação, para que os profissionais que atuam neste mercado possam estar, habilitados e atender as exigências da Lei 13.643, de 02 de Abril de 2018. Que entre outras diretrizes, estabelece os critérios para o profissional da área da BELEZA e ESTÉTICA, atuar no mercado, como por exemplo: Formação Técnica Específica, para atuação na área e também, para uso de determinadas técnicas, como é o caso da Acupuntura e também de determinados equipamentos, que estão cada vez mais comuns em salões de beleza, como é o caso de equipamentos a lazer por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.