Massagem tântrica: o que é? Quais os benefícios? Como é feita?

Já ouviu falar em massagem tântrica? A técnica está longe de ser algo voltado especificamente para o sexo, como muitos pensam, mas tem como principal caraterística o toque sutil em todo o corpo – sim, incluindo o genital. O objetivo da massagem tântrica é despertar zonas de prazer desconhecidas ou adormecidas, além de potencializar a sensibilidade nas áreas que você já conhece.

“Embora algumas pessoas vejam a massagem tântrica como uma massagem erótica, e até mesmo em alguns lugares seja vendida dessa forma, ela vai além do conhecimento erótico que temos sobre prazer, buscando uma maior movimentação da energia sexual por meio dos toques”.

Para o que serve?

A massagem tântrica é utilizada para um processo de autoconhecimento corporal e mental. Também é utilizada como processo terapêutico em casos de traumas, abusos e disfunções sexuais. “Entender a energia sexual é fundamental para uma vida sexual mais saudável, já que ela é a energia mais poderosa que temos – e a mais subestimada também. O tantra tem a possibilidade de desenvolver essa conexão de mente e corpo sexual de forma saudável”.

Benefícios

A terapeuta nos explicou que a massagem tântrica aumenta a resistência na hora do sexo, melhora a qualidade dos orgasmos (mais intensos e duradouros), ajuda a aliviar a cólica menstrual, ameniza o estresse e melhora a qualidade do sono.

Como a massagem tântrica é feita?

A massagem tântrica pode ter algumas variações nas técnicas utilizadas dependendo do terapeuta. Algumas pessoas fazem um toque sutil apenas com as pontas dos dedos, seguido da massagem no genital. Outras utilizam o mesmo toque sutil, só que realizado com as mãos espalmadas e com óleo.

“Tem quem prefira usar somente as mãos e tem quem prefira utilizar acessórios, como um bullet para potencializar a sensação. Mas o resultado a ser atingido é o mesmo: potencializar o prazer no corpo por meio do toque com as mãos. Antes de iniciar a sessão, o local em que a massagem é realizada é preparado com iluminação baixa, aromaterapia, uso de óleos essenciais como aromatizadores, e música. A sessão costuma começar com a anamnese – uma rápida conversa com a/o terapeuta sobre as experiências sexuais e o que se busca na sessão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.