Noticias de ultima hora

A verdade sobre o feitiço 2

A Verdade sobre o Feitiço 2
No nosso último artigo, nosso amigos da Terra das Belezas, estavam se preparando para contar algumas novidades, que só estavam sendo falados 30 anos após os fatos do feitiço, agora os fatos serão revelados.
_ As festas haviam acabado há 25 dias mais ou menos, disse Lockstreet, já estávamos ouvindo os sábios de toda nossa Terra, que se mostravam sem saber como agir com este feitiço, alguns sábios e curandeiros dos povos amarelos haviam sido mortos ou morreram por causa do feitiço, devo te confessar que é por isso que estou…rumm, falar disso me dá calafrios, mas naquela época eu tinha muitos negócios com os povos amarelos, vendia e comprava muita coisa de lá, seus líderes eram meus amigos, por que lá, diferente daqui, ninguém comprava nada sem que os líderes tribais soubessem ou autorizassem, então para comprar algo lá, você tem que ser amigo dos líderes, senão você simplesmente não faz negócios, é uma terra estranha, devo confessar, mas lá, o público se mistura com o privado, bom, mas meu interesse lá sempre foi a quantidade enorme de picos reais que ganhava com eles, meus negócios sempre foram muito grandes, meus lucros, maiores ainda.
Quando alguns povos da Terra Média Antiga, o povo mais antigo das nossas terras, foram atingidos, eles foram duramente atingidos, por que aquele feitiço era engraçado, se você não estivesse em boas condições físicas, você era mais afetado, e na Terra Média Antiga, havia muitos anciãos residentes das terras baixas e também alguns seres que, tendo qualquer tipo de doença, seriam fatalmente atingidos, principalmente porque no rigoroso inverno das Terras Antigas, estas doenças eram mais comuns, então em um curto espaço de tempo, várias mortes ocorreram lá. Num espaço de três meses mais ou menos, 150 mil seres morreram por causa do feitiço, mas isso não interessa muito, na verdade o que me interessa, foi o que eu fiz, ou melhor o que eu ajudei a fazer – nesse momento se ajeitando um pouco, se acomodando à poltrona e arrumando sua manta, observa seu interlocutor que está calado, atento, quase que contrito por estar ali, forçando as memórias daquele ancião, e é neste momento que Lockstreet já o adverte, dizendo:
_ Meu jovem, sou mais velho que você e quando estas coisas me aconteceram já era um quase ancião, não se sinta mal por mim, fui eu quem te chamou aqui, nem tenha pena da minha idade, porque eu não sou um homem do qual os seres tenham pena!
_ Continue então mestre, eu ainda quero ouvi-lo mais! – disse Trusth
_ Então Lockstreet continua: Nas primeiras luas, quando aconteceu o feitiço, estávamos à mercê de uma orientação, aqui em Brazóvia havia um curandeiro que já havia lidado com um feitiço parecido e ele disse no Espelho da Visão Longa que este feitiço era como uma mágica de crianças, como tirar o coelho do chapéu, não faz mal e nem bem, mas depois de ouvir as instruções da OBT, ele voltou ao Espelho da Visão Longa, dizendo que todas as orientações da OBT teriam que ser seguidas à risca. As instruções eram para que todos ficassem em casa, para que os curandeiros e feiticeiros preparassem as casas de cuidado para receber os enfeitiçados, era necessário também, adquirir uma invenção que o povo amarelo tinha de sobra, para vender, se tratava de um aparelho para movimentar as pequenas asas que temos, era um “aparelho movimentador”, não tinha muitos iguais a estes no mundo e um famoso ser da nossa terra que tinha um canal na rede de informações, o Fear Overkill, disse que nas primeiras 6 luas morreriam mais de 1.000.000 de seres, apenas em Brazóvia, esta informação disseminada trouxe um medo desenfreado, mas para minha maior surpresa, um dos meus conselheiros me disse que havia um plano que se bem arquitetado, nós tiraríamos o Myth do poder, este conselheiro era um líder de nosso povo e chamava-se Son SetFire, ele comandava um grupo de conselheiros que chamávamos de Falatório e tinha muita influência no povoado, lembro perfeitamente dele me confidenciar: “Lock, se você nos ajudar a derrubarmos o Myth, quando lograrmos êxito, você será o próximo grande líder, devemos apenas lidar com esta situação da maneira mais catastrófica possível!”.
● Aquilo me deixou extasiado, pois eu passaria em pouco tempo, de líder clã, líder tribal, a grande líder e ainda seria o grande responsável em liderar Brazóvia em sua luta contra o mais poderoso feitiço que havíamos enfrentado, e mais, para completar, naqueles dias fui procurado por líderes do povo amarelo, dispostos a ajudar Brazóvia em tudo o que necessitassemos, desde construir rápidas tendas de recuperação às tão indispensáveis máquinas movimentadoras, eles até estavam produzindo em série, as folhas de manga de proteção, e tudo isso poderia chegar em Brazóvia pelas minhas empresas, eles me falaram: “Você receberá milhões de picos reais, muito mais do que você um dia poderia imaginar”
Atônito com estas revelações , Trusth calmamente pergunta a Lockstreet:
_ Mestre o senhor aceitou tais propostas?
_ Por isso te chamei aqui

Continua…

Léo Godinho