Noticias de ultima hora

18 prefeitos decidem ignorar ordem “absurda” do governador de São Paulo

Em uma clara demonstração de que a atitude totalitária e sem preocupação com os interesses da população vem drenando as forças do governador de São Paulo, João Doria, prefeitos de, pelo menos, 18 municípios do estado decidiram não acatar a determinação de bandeira vermelha, que abrangia o estado inteiro.

O governo estadual havia colocado todos os municípios na fase vermelha do plano São Paulo durante os dias 25, 26 e 27 de dezembro e nos dias 01, 02 e 03 e janeiro de 2021, com a justificativa de tentar conter o avanço da epidemia de Covid-19.

Porém, alguns prefeitos decidiram não seguir a ordem de Doria e manterão as cidades que governam na fase amarela do plano São Paulo, o que permite a abertura de bares, restaurantes, academias, salões de beleza e do comércio.

Entre as cidades que não aderiram à determinação estadual estão Mogi das Cruzes e Cotia, na Grande São Paulo, e Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Vicente, São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba, no litoral paulista.

Ao justificar a decisão, o prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa declarou:

“Precisamos de organização, o que seria impossível nesse tempo tão curto. Empresas e comércios já tinham estoques e funcionários contratados”, disse ele.